quinta-feira, 12 de novembro de 2015

A ala masculina mudando o mercado da estética‏

Bom dia.

Tudo bem?

 A ala masculina mudando o mercado da estética
As clínicas e indústrias cosmeceuticas precisaram se adaptar a essa nova fase
Antigamente era comum dizer que ir em clínicas estética ou salões de beleza eram coisas de “mulherzinha”, porém, hoje este cenário mudou completamente e os homens passaram não só a freqüentar estes locais, mas também a gostar da ideia de cuidar da beleza e bem estar. Por esse motivo, o mercado da beleza vem se adaptando para agradar e conquistar cada vez mais esse nicho.
Não só os tratamentos estão se modificando, o atendimento das esteticistas também precisaram se adaptar para atender de uma maneira específica para agradar o público masculino e deixá-los fidelizados.
“O atendimento é primordial para o homem voltar. Eles sempre chegam receosos e precisam sentir que estão ‘seguros’ para que relaxem e aproveitem o tratamento”, afirma a diretora do Grupo Spa da Pele, Lucienne Souza.
Ainda falando de atendimento ao público masculino é de extrema importância manter o profissionalismo e não criar intimidade com o paciente. Muitos homens acabam se empolgando e a esteticista precisa se manter com postura e não dar bola às investidas, caso aconteça.

Além desses cuidados, alguns tratamentos são desenvolvidos especialmente para os homens, como caso do ofurô faraônico, do Spa Pele. Ele tem uma cor verde intensa, com ervas aromáticas e óleos essenciais, além disso, seu aroma estimula os sentidos, fortalece a memória, proporciona energia, aumenta o poder da meditação e é extremamente afrodisíaco.
 Os motivos dessa mudança são variados, desde cobrança do mercado de trabalho por uma boa aparência até a preocupação com o bem estar. Por isso, é necessário que as clínicas estéticas, as empresas e os profissionais do segmento se atualizem para poder atender com qualidade esses clientes, que são bem exigentes, por sinal.
  Serviço
Para mais informações sobre o produto visite o site: www.spadapele.ind.br ou ligue: SAC (44) 3237-1007 INFORMAÇÕES PARA A IMPRENSA

Nenhum comentário:

Postar um comentário